Tuesday, March 28, 2006

Away from home # 6

Can I ever find the way back to this place? Will I ever really want to? Happiness is not a place to reach; it’s the road we walk trying to get there, I’m sure. Am I happy here? Yes I am! Will I ever really want to come back here? Yes I will. What am I really saying? I’m saying that maybe my heart belongs to this place, for I can’t feel it beating within me anymore. Anyway, it was good to be awaken by the church bells and the seagulls today. I’m glad I’m alive.

(Photography: Capri, Italy, February 23rd 2006)

© All rights reserved.

6 comments:

Anonymous said...

pertences ao lugar ou à combinação lugar+pessoa?
Tiago

Celso Rosa said...

À combinação, sem dúvida! Mas confesso que ultimamente tenho posto tudo em causa. À medida em que o tempo vai passando cada vez me é mais difícil acreditar em coisas que já tive como certas. Pertenço, isso sem qualquer dúvida, ao que fui nesse local.

Abílio Neto said...

Lindo!

Já agora, terrenamente, tenta descrever a sensação de se estar só num sítio destes, ou seja, o que proponho é o que me acontece muitas vezes, eu estar num sítio com a minha mulher, como normalmente estou, e depois imaginar como seria se estivesse sem ela, lá, no mesmo sítio.

A sensação é estranha. É um bom exercício, acredita.

Abraços

Abílio Neto

Celso Rosa said...

Caro Abílio,

Se ali estivesse sózinho tenho a certeza que a paisagem seria a preto e branco!

Um abraço.

Ana said...

Sim, uma tela fica sempre mais colorida quando é pintada a quatro mãos...

Celso Rosa said...

Pois fica Ana, mas a maior parte das vezes isso não depende só de nós, como bem sabes...